InícioGestão de laboratóriosDescubra quais os setores de um laboratório de análises clínicas

Descubra quais os setores de um laboratório de análises clínicas

Autor

Data

Categoria

Um laboratório de análises clínicas é responsável por coletar amostras de material biológico e examiná-las, verificando se há alterações. Como o corpo humano é vasto e temos diferentes tipos de fluidos e secreções, esses estabelecimentos costumam se dividir em seções especializadas em cada tipo de diagnóstico.

Esses são os chamados setores de laboratório de análises clínicas. A seguir, explicamos a respeito do funcionamento de cada um e suas principais atribuições. Confira!

A importância da separação dos setores

A primeira razão pela qual um laboratório deve ter seus setores separados é a gestão das atividades. Isso porque cada uma das seções terá suas próprias regras e procedimentos, além de produtos, instrumentos e equipamentos diferentes. Com uma boa divisão, fica mais fácil organizar e gerenciar esses fatores.

Além disso, é importante mencionar que há uma série de regras estabelecidas por órgãos como Ministério da Saúde, Anvisa, ABNT e Secretarias Estaduais que devem ser seguidas com relação à separação de setores.

Essas normas dizem respeito a especificações como o tamanho do local, posição dos equipamentos e medidas de segurança e biossegurança, a fim de criar um ambiente protegido.

Setores de um laboratório de análises clínicas

Abaixo, listamos os principais setores laboratoriais de acordo com os tipos de exames e procedimentos. Confira! 

Bioquímica

A bioquímica é a ciência que estuda reações químicas que ocorrem em organismos vivos. Logo, o setor é responsável por fazer diagnósticos relacionados a alterações no metabolismo do corpo humano.

Entre eles, estão incluídos exames de colesterol, glicose, triglicerídeos, proteínas, enzimas, ureia, entre muitos outros. Esse departamento está diretamente ligado com avanços tecnológicos para obter resultados cada vez mais precisos.

setores do laboratório de bioquímica
O setor de bioquímica é responsável por alguns dos exames laboratoriais mais conhecidos.

Imunologia

É nesse setor que são feitos exames para detectar a presença de doenças do sistema imune, como doença celíaca e  patologias relacionadas a infecções como rubéola, toxoplasmose e dengue que causam alterações no sistema imunológico.

Também é papel da imunologia investigar, por meio de exames, se um organismo é capaz de se defender de vírus e bactérias.

Hematologia

Trata-se da especialidade que estuda o sangue, e mais especificamente, as doenças relacionadas a ele e a aos órgãos hematopoéticos, ou seja, medula óssea, baço e nódulos linfáticos. 

No setor, são feitos procedimentos para identificar glóbulos vermelhos, brancos e plaquetas, além de realizar a contagem, a verificação de componentes, testes de coagulação, agranulocitose, coloração, entre outros.

A hematologia é muito importante, já que o exame de sangue é um dos mais solicitados pelos médicos. Isso porque ele pode revelar índice e alterações em grande parte do corpo humano.

Microbiologia

A microbiologia é a ciência que tem como objetivo estudar os microrganismos. Logo, é nessa seção do laboratório que são feitos exames para identificar se há atividade de bactérias e vírus nas amostras colhidas.

setores do laboratório de análises clínicas
A microbiologia analisa amostras para verificar se há vírus e bactérias.

Para isso, é feita a coleta do material e, em seguida, o isolamento dos microrganismos. A partir daí, é possível identificá-los e testar sua sensibilidade quando expostos a antibióticos.

Parasitologia

Assim como a microbiologia, a parasitologia busca reconhecer a presença de microrganismos, mais especificamente, de vermes e protozoários. O objeto de estudo é o exame de fezes, em que é realizada a coprologia, a identificação de sangue oculto e testes imunológicos.

Uroanálise

Como o nome sugere, essa é a especialidade que realiza a análise da urina. É um exame muito comum e eficaz, já que a presença de determinadas substâncias no fluido podem denunciar patologias que não têm sintomas.

Após coletada, a urina passa por três análises, sendo elas física, química e microscópica para identificar eventuais variações. 

Setores complementares de um laboratório de análises clínicas

Além da parte das análises, é necessário que seu laboratório tenha setores complementares relacionados à gestão e à parte administrativa do negócio. 

Coleta e triagem

Em um laboratório, os exames são feitos a partir de amostras — especialmente de sangue. Por isso, é necessário ter uma equipe necessária para realizar essa coleta e encaminhá-la de maneira adequada.

Entre as etapas que os técnicos devem seguir estão a anamnese, a preparação do paciente, a coleta de amostras e destinação correta, respeitando as condições ideais.

Setor administrativo

Quem trabalha no setor administrativo é responsável pelo planejamento, organização e gestão do laboratório. Trata-se de uma repartição essencial para manter o estabelecimento funcionando corretamente, além de garantir o bem-estar dos funcionários e pacientes.

setores do laboratório de análises clínicas
Para manter o laboratório em funcionamento, é essencial ter um setor administrativo.

Entre as funções administrativas estão o controle de estoque de todos os materiais, a aquisição de produtos, o direcionamento e descarte correto de resíduos, o atendimento, a limpeza e a manutenção.

Em alguns locais, especialmente em laboratórios grandes, com maior número de colaboradores, podem haver os setores de esterilização e expurgo separadamente. 

Com os setores do laboratório de análises clínicas bem definidos, tanto o gerenciamento quanto os procedimentos e diagnósticos devem funcionar de maneira dedicada e organizada, garantindo maior assertividade.

Para ter acesso a mais dicas sobre gestão de laboratórios, continue acompanhando os conteúdos do blog da ForlabExpress!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts recentes