InícioGestão de laboratóriosLaboratório de análise de alimentos: como funciona?

Laboratório de análise de alimentos: como funciona?

Autor

Data

Categoria

Ao comprar um alimento, seja no mercado ou em um restaurante, você espera que ele seja seguro, não é mesmo? E quem é que garante essa segurança? Quando pensamos na jornada pela qual uma comida passa para chegar até a nossa mesa, dificilmente lembramos de uma etapa muito importante: a em que ele passa por um laboratório de análise de alimentos. Mas você sabe o que acontece ali?

Os laboratórios de análise de alimentos são essenciais para garantir a segurança alimentar e evitar problemas causados pela falta de qualidade da comida consumida. Existem, é claro, diversos tipos de laboratórios que podem atender a diferentes âmbitos de negócio, desde uma rede enorme de supermercados até o pequeno restaurante da esquina. Para entender um pouco mais sobre esse universo, continue a leitura deste texto.

Para que são feitas as análises de alimentos

Para além de saber que um alimento é seguro para consumo, é sempre interessante descobrir mais sobre ele, certo? Muito se fala, por exemplo, sobre a importância da alimentação saudável — mas como foi “descoberto” o que é saudável e o que não é? É, também, por meio da análise que é possível entender quais são os nutrientes de um alimento, por exemplo.

Existe uma área da ciência inteiramente dedicada ao estudo dos alimentos. Ela se chama bromatologia, e leva em consideração a composição de cada comida, o valor nutricional, o valor calórico, suas propriedades e, também, a possível presença de agentes adulterantes e contaminantes — e saber tudo isso é importante em diferentes âmbitos.


A bromatologia é a área da ciência que estuda os alimentos.

Segurança dos alimentos

A segurança vem em primeiro na lista porque ela é o ponto fundamental da análise de alimentos. Produtos tóxicos, contaminados ou “invadidos” por matérias estranhas não podem chegar até o consumidor por apresentarem óbvios riscos à sua saúde e bem-estar.

A análise que atesta a segurança de um alimento deve levar em consideração a presença de possíveis microrganismos (sejam protozoários ou bactérias, por exemplo), sua contaminação por produtos químicos (como agrotóxicos em níveis acima do permitido) e também a presença de qualquer matéria estranha: um pedaço de plástico não pode estar dentro de um pacote de salgadinho, não é mesmo? 

Controle de qualidade

Os fabricantes de alimentos precisam garantir não apenas a qualidade de seus produtos tanto por questões legais quanto por motivos mercadológicos: uma marca quer ser reconhecida pela sua qualidade e, é claro, se sobressair aos seus concorrentes. 

Para além de atender aos rigorosos quesitos legais relacionados à segurança do alimento, uma fabricante precisa, também, garantir que seus rótulos são verdadeiros e que todas as propriedades do produto estarão especificadas ali. 

Ainda no que tange à segurança, é importante frisar que não basta um alimento estar seguro no dia da análise, ele precisa se manter seguro até a data recomendada para consumo, e os resultados do teste precisam garantir que essa qualidade será mantida até lá, e sob quais condições. 

Regulações governamentais

Podemos, por vezes, nos incomodar com o aparente “excesso de burocracia” da vida em sociedade — mas existem processos que são fundamentais para garantir não apenas a segurança, mas uma concorrência leal no mercado.

Para se posicionar dentro da indústria alimentícia e comercializar os produtos, uma empresa precisa atender às regulamentações de qualidade, segurança e preço. Sim: os preços de um produto devem ser baseados em atributos que precisam ser comprovados por um laboratório de análises.

Se uma marca de chocolate vende um produto mais caro por afirmar que seus grãos de cacau são extraídos de uma região específica, isso precisa ser comprovado para que ela não tenha espaço para cometer fraude com seus consumidores — e cabe à regulamentação governamental ficar de olho e cobrar análises comprobatórias, para impedir que esse tipo de coisa aconteça.

Pesquisa

As pesquisas são fundamentais em diversas áreas da ciência, pois são elas que nos levam às novas descobertas e avanços — e isso não seria diferente na bromatologia. Também cabe aos laboratórios de análises de alimentos realizar pesquisas que podem gerar melhorias nos produtos existentes e, é claro, o desenvolvimento de novos. 

Essas pesquisas podem ir para muito além dos alimentos em si, mas por exemplo chegar a descobrir um novo tipo de embalagem que atue melhor na conservação de um determinado produto, o que também é essencial para o mercado. 

Um laboratório de bromatologia também pode realizar pesquisas, que são fundamentais para o avanço da indústria alimentícia.

Métodos de análise de alimentos

Para descobrir tudo o que se precisa sobre um alimento, são utilizados diferentes métodos de análise. 

Análise microbiológica

Análise microbiológica é o método utilizado para detectar e estudar os microrganismos nos alimentos. Portanto, é esse tipo de análise que vai garantir a segurança dos comestíveis em suas diferentes fases (desde a matéria-prima até o produto final) e, também, aprofundar o estudo para entender o que cada patógeno poderia causar e até mesmo prever possíveis surtos. 

Análise nutricional

Esse é o método responsável por avaliar as propriedades nutricionais de cada alimento, seja matéria-prima ou produto final, e garantir que essa informação esteja sendo passada ao consumidor da maneira correta por meio do rótulo. 

Esses dados sobre o valor nutricional dos alimentos são essenciais para as áreas da nutrição e da saúde e para que possamos escolher com consciência cada produto alimentício que consumimos.

Ensaios químicos analíticos

Os ensaios químicos têm o objetivo de detectar e estudar todos os componentes químicos presentes nos alimentos, que são, basicamente, tudo aquilo que não é natural. Se um produto, portanto, contém agrotóxicos, corantes, estabilizantes, conservantes e o que mais for, é esse o método responsável por estudá-los e entender, por exemplo, quais são os níveis seguros.

Testes sensoriais

Os testes sensoriais têm como ferramenta os nossos sentidos! Isso mesmo: eles utilizam visão, audição, olfato, paladar e tato humanos para avaliar um produto de consumo, e muitas empresas costumam fazê-los para entender a receptividade de um novo produto, novo sabor ou, até mesmo, nova embalagem. 

Você sabia que nossos sentidos também são ferramentas utilizadas pelos laboratórios de análises de alimentos?

Conheça alguns equipamentos de laboratório necessários para análise de alimentos

Você acabou de ver acima que os nossos sentidos são ferramentas úteis para analisar produtos alimentícios — mas é claro que eles não são os únicos. Conheça abaixo alguns equipamentos fundamentais para um laboratório de análise de alimentos.

Balança de precisão

As balanças de precisão são utilizadas para a medição precisa de amostras pequenas. Seu limite de peso é baixo e ela possui altíssima sensibilidade, entregando valores de até milésimos de grama. 

Agitador magnético

O agitador magnético é um equipamento utilizado para realizar misturas entre materiais de baixa viscosidade (fluidos) e tem diversas aplicações laboratoriais, como tornar uma mistura homogênea ou manter a sua temperatura.

Centrífuga de bancada

A centrífuga é um dos equipamentos mais importantes em um laboratório, e é utilizada para separar amostras de diferentes densidades.

Medidor de pH

O pH é a medida que mostra o nível de acidez de uma substância, e obter esses valores é importante em diversos tipos de pesquisa — na análise de alimentos ele é fundamental, de forma que um equipamento como este não pode faltar em um laboratório.

Micropipeta volumétrica

A pipetagem é uma atividade realizada rotineiramente em todos os tipos de laboratórios e é um procedimento que exige muita precisão e, logo, o equipamento adequado. As micropipetas são utilizadas para transferir e medir volumes muito pequenos de líquidos.

Para encontrar estes e outros equipamentos de laboratório de qualidade, clique no banner abaixo e conheça a ForlabExpress, distribuidora de produtos laboratoriais e representante das maiores marcas no Brasil e do mundo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts recentes